Trans African Concessions (TRAC) tem como responsabilidade gerir a N4 Rota com Portagem a partir da rampa de saída Solomon Malhangu na cidade de Tshwane (Pretoria), na Provincia de Gauteng até ao Porto de Maputo em Moçambique.

null
CLICAR PARA VER MAPA DA NOSSA ROTA AO VIVO

Actualização da N4 – Estrada com Portagem

 

Novembro de 2018

Aviso sobre condições climatéricas 

Visibilidade reduzida devido a nevoeiro cerrado nas noites e madrugadas, causando dificuldades na condução. Advertimos aos condutores para acenderem as luzes, aumentar a distância com o carro imediatamente a sua frente e reduzir a velocidade face às condições adversas.

 

Queimadas durante os meses de inverno
Na época seca, que muitas das vezes calha com ventania, é comum ocorrerem queimadas nas áreas adjacentes ao longo à N4. A fumaça daí resultante pode diminuir a visibilidade e tornar as condições de condução extremamente perigosas. Seja vigilante e cauteloso na estrada durante essas condições.

 

O que fazer:

  • Reduzir a velocidade e cumprir com os limites de velocidade;
  • Acender as luzes;
  • Aumentar a distância com a viatura imediatamente a frente;
  • Manter a paciência e respeito pelas normas de trânsito.

 

O que não fazer:

  • Ultrapassagens sob fraca visibilidade e/ou em locais inadequados;
  • Parar na berma da estrada;

 

Melhoramentos, reabilitações e trabalhos de manutenção

Infra-estruturas de qualidade na estrada são um bem que beneficia a economia, estimula o crescimento e o desenvolvimento, providenciando ligações seguras entre pessoas e locais. Qualquer estrada necessita de manutenção e melhoramentos contínuos para assegurar e/ou acrescentar o seu valor.

 

A TRAC, concessionária da N4, que liga Tshwane (África do Sul) e Maputo (Moçambique), está empenhada em providenciar uma estrada com padrões elevados. Para que isto se efective, decorrem trabalhos contínuos ao longo da via, que poderão ser inconvenientes para os utentes.

 

Para o uso da N4 sem complicações, o favor de anotar o seguinte:

Congestionamento e lentidão do tráfego durante as horas de ponta

O volume de tráfego nas horas de ponta pode influenciar a duração das esperas:

  • No final das tardes durante os dias úteis: 15h00 – 20h00;
  • Sextas-feiras no final da tarde: 15:00 – 20:00;
  • Domingos: 14h00 – 17h00;
  • Fins-de-semana prolongados;
  • Durante as férias escolares.

Horas de ponta na Portagem de Maputo
Segundas a Sextas:                              05:45 – 09:00

15:00 – 20:00

Gauteng

Solomon Mahlangu até Gauteng/Fronteira de Mpumalanga, leste/oeste

(N4/1Km 21.0 até N4/2 Km 55)
•Manutenção de rotina;
•Reabilitação de barreiras de proteção em curso;

 

BronkhorspruitatéBossemanskraal I/C

  • Manutenção de rotina;
  • Reabilitação da secção da estrada;
  • Substituição da camada de asfalto na secção;
  • Encerramento de faixas durante os meses de Junho de 2018 e Abril de 2019. O encerramento de Novembro será nas duas faixas nos dois sentidos da estrada. As encostas também serão encerradas para completar trabalhos em betão armado e drenagens;
  • O encerramento neste Setembro será em ambas faixas nos dois sentidos;

 

Bossemanskraal I/C até Gauteng/Mpumalanga Fronteira leste/oeste

  • Manutenção de rotina;
  • Corte de capim;
  • Reabilitação de barreiras de proteção em curso;

 

Mpumalanga

#eMalahleni Gauteng/Fronteira de Mpumalanga até ao Nó de Highveld Kromdraai, leste/oeste (N4/30.0 até Km 13.8)

  • Manutenção de rotina;

Kromdraai – Entre as intercessões de Highveld Steel e de OR Tambo (N4/3 km 13.8 até

  • Manutenção de rotina;
  • Reabilitação do pavimento completa;

    Entre a intercessão de OR Tambo e a Portagem de Middelburg (N4/3 km 30.2 para N4/4 km 2.0)
    • Selagem de fissuras entre eMalahleni e a Portagem Middelburg;
    • Taludes e outras partes de betão da estrada em reparação entre eMalahleni e Portagem de Middelburg;
  • Uma faixa de rodagem em cada sentido será encerrada durante as reparações de partes da estrada em betão armado;

 

Hendrina à Arnot (N4/4 km 19.4 até N4/4 38.8) leste/ oeste
• Manutenção de rotina;

 

Nó de Arnot para Wonderfontein (N4/4 Km 38.até N4/5X Km 10.6) leste
• Manutenção de rotina;

  • Corte de capim;

Wonderfontein para Belfast
•Manutenção de rotina;

  • Corte de capim;

Belfast até Machadodorp

  • Reabilitação e modernização da estrada existente temporariamente paralisada por razões de força maior e fora do controlo da TRAC. Data de reinício ainda não fixada;
    A actual estrada para a R541 de Machado será encerrada. A R36 poderá continuar a ser usada de e para Machadodorp;

 

Schoemanskloof – Crossroads até Bambi

  • Reabilitação da estrada existente;
  • Stop/Go’s serão implementados para acomodar tráfego;
  • O projecto deverá ser concluído até Agosto de 2019, segundo o cronograma;

 

Schoemanskloof – Bambi até Montrose

  • Manutenção de rotina;
  • Stop/Go’s diários serão implementados em ambas faixas de rodagem dos dois sentidos para reparar algumas secções isoladas da estrada;

 

Crossroads via Elands Valley para Malaga (N4/6X Km 2.7 – N4/6X Km 20.3)
• Manutenção de rotina;

Elands Valley-Malaga Hotel para Entroncamento Montrose Falls

  • Obras concluídas – Todos os Stop/Go’s foram retirados;

 

Montrose para Kanyamazane (N4/7X km 22.6-N4/7X Km 76.0)
• Manutenção de rotina;

Karino para Kaapmuiden leste/oeste (N4/7X Km 66.0 até N4/8X km 2.2)
• Manutenção de rotina;
• Perigo de travessia de animais nesta secção da estrada – há que manter atenção!

Kaapmuiden para Malalane (N4/8X km 2.2 to N4/8km 20.4)

  • Manutenção de rotina;

Malalane para Fronteira de Lebombo
• Perigo de travessia de animais nesta secção da estrada – há que manter atenção!

 

Moçambique
Secção 16 A/B

  • Obras de grande envergadura chegando ao fim;
  • 2 Stop/Go’s permanentes;Secção 17
    • Manutenção do pavimento em curso com Stop/Go´s durante o dia;
  • Construção do Nó de Tchumene sem progressos até ao momento. Restrições de velocidade na zona;
    • Semáforo da Avenida das Indústrias desligado;
  • Instalação de barreiras de proteção em vários pontos ao longo da secção;

Secção18
• Manutenção de rotina;

 

Secção 19/20

  • Grandes obras de reabilitação e ampliação em curso;
  • Cruzamento da BIC parcialmente encerrado, permitindo apenas os seguintes movimentos: virar para o Cinema 700 vindo do Shoprite; entrar na N4 paraCMC vindo do 700; sair da N4 para as bombas da Total vindo de Maputo ou entrar na N4 a partir da zona do posto de combustíveis. Não é possível virar à direita vindo do Shoprite ou de Maputo;
  • Semáforo da BIC removido;
  • Iluminação pública entre o cruzamento de Shoprite e Portagem de Maputo removida;
  • Largura das faixas reduzida devido as obras;
  • Cruzamento de CMC e ponte do Nó da Machava em obras de alargamento. Recomenda-se atenção redobrada;
    • Alargamento da ponte da Maquinag;
    • Respeitar os limites de velocidade e a sinalização provisória;

 

Lembre-se: mais vale perder um minuto na vida do que a vida num minuto!

 

Relate acidentes e/ou condições perigosas ao longo da N4 para a linha de emergência 24/24 horas da TRAC:

 

RSA: 0800 87 22 64 / +27 82 881 4444

Moçambique: +258 84 34 34 34 6

Siga-nos no Twitter: @TRACN4route

Facebook: TRACN4route
Instagram: TracN4

YouTube: TRACN4

 

 

 

Tratando-se a N4 Rota com Portagem de uma Empresa que Constrói, Opera e Transfere a estrada com portagem (Build, Operate and Transfer (BOT), percorrendo aproximadamente a distância de 570 Kilometros. A TRAC é detentora de concessão pelo prazo de 30 anos com as agências de estradas nacionais, Sul africana e Moçambicana – SANRAL e ANE respectivamente – esta concessão foi assinada no ano de 1997 tendo como compromisso o seu desenvolvimento, gerência e manutenção, estimular e facilitar o negócio em três regiões chave na ecónomia – Gauteng, Mpumalanga e Moçambique.

O desenvolvimento e manutenção da N4 estrada com portagem só é possivel com os fundos gerados pelas seis portagens ao longo do trajecto e que são geridas pela TRAC.

Aquando em viagem, pela N4 Rota com Portagem, os viajantes deparam com vistas e paisagens deslumbrantes, efeitos e promenores geológicos que traduzem a viagem por esta majestosa estrada uma experiência para a vida, para além destes magnifícos cenários deparam ainda com um grande número de opções nas areas do lazer,desporto e actividades naturais, como também pontos de comes e bebes que servem comidas e bebidas deliciosas, muitos destes pontos fornecem comidas únicas, sem paralelo.

    Sorry, no posts matched your criteria.
GOSTARIA DE ENTRAR EM CONTACTO COM A TRAC?